A Cerrado Alimentos Orgânicos foi constituída em 2003. Tem como atividade principal o comércio de produtos alimentícios orgânicos e como atividades secundárias, a administração de restaurantes, lanchonetes, casas de chá, sucos e similares.

No endereço antigo (Rua 15, entre a 24 e a Alameda Botafogo) funcionou desde junho de 2003, transferindo-se em maio de 2010, para o endereço atual, na Rua 10 esq. c/ Rua 93, S. Sul, Goiânia.

É um ponto comercial privilegiado, com maior espaço, o que permitiu a partir de dezembro do mesmo ano, as atividades para o funcionamento de um restaurante de alimentos orgânicos.

Desde 2006, o espaço abriga também às terças e quintas-feiras das 15 às 18h, uma feira de verduras e frutas orgânicas, fortalecendo a parceria com os produtores orgânicos associados da Associação para o Desenvolvimento da Agricultura Orgânica em Goiás (Adao-GO) e da Associação Agroecológica de Terezópolis de Goiás, a ValeVivo. Os produtores, beneficiados pela utilização gratuita do espaço, trazem os alimentos, montam as bancas e vendem diretamente aos consumidores. Desta forma, os consumidores têm acesso às verduras, legumes e frutas colhidas no mesmo dia. Ao comprarem diretamente dos produtores, fortalecem a relação de confiabilidade e comércio justo. A loja, como parceira, usufrui do aumento de consumidores de seus produtos, a maioria não-perecíveis.

O proprietário da empresa, o austríaco Gregor Kux, participa desde 2000 do movimento dos orgânicos em Goiás. Foi vice-presidente da Adao-GO (2002-2003) e é atualmente o presidente da ValeVivo. É cooperador-fundador da Cooperativa Goiás Orgânico e participa regularmente das reuniões da Comissão Produtiva dos Orgânicos em Goiás (Cporg), uma comissão coordenada pela representação em Goiás do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

A Cerrado Alimentos Orgânicos participa anualmente da organização das Semanas dos Orgânicos em Goiânia.

Outra atividade da empresa é fomentar o consumo consciente de alimentos orgânicos, seja através de campanhas de sensibilização, como, por exemplo, da organização da Feira Ecocultural programada para maio de 2015, ou através do estudo sistemático dos fatores que envolvem o desenvolvimento de uma agricultura saudável e amiga do meio ambiente. Uma posição central da Cerrado Alimentos Orgânicos tem sido a de debater as questões organizacionais das empresas, do ponto de vista da economia viva e sistêmica e sua inserção efetiva na preservação do meio ambiente e na produção e consumo de alimentos saudáveis.

Breve histórico sobre a situação do mercado de alimentos orgânicos:

  • A produção brasileira de alimentos orgânicos é altamente impulsionada pela grande demanda de alimentos de qualidade na Europa e nos Estados Unidos e se concentra em produtos típicos de exportação como açúcar, café, suco de laranja, cacau, etc.
  • As duas maiores empresas produtoras de alimentos orgânicos em Goiás, são a Goiasa e a Jales Machado que produzem açúcar orgânico exclusivamente para exportação.
  • Os pequenos produtores não têm acesso a estes mercados porque não plantam em grande escala e não atendem às exigências logísticas, burocráticas e organizacionais.