Filosofia e intenções da Cerrado Alimentos Orgânicos

breakfast-morning-orange-juice-3676-825x550

A filosofia e as intenções da Cerrado Alimentos Orgânicos baseiam-se no estudo das características essenciais dos organismos vivos

Com isto pretende-se chegar aos seguintes propósitos:

Primeiramente, o conhecimento sobre os princípios do ‘vivo’ contribui na superação da visão mecanicista e materialista do mundo.

No começo do iluminismo René Descartes escreveu: ”O que não parecerá de modo algum estranho a quem sabendo quando diversos autômatos, ou máquinas móveis, a indústria dos homens pode produzir, sem empregar nisso senão pouquíssimas peças, em comparação à grande multidão de ossos, nervos, artérias, veias e todas as outras partes existentes no corpo de cada animal, considerará esse corpo como uma máquina que, tendo sido feitos pelas mãos de Deus, é incomparavelmente melhor ordenada e contém movimentos mais admiráveis do que qualquer das que possam ser inventadas pelos homens.”[1]

Este conceito faz parte do ponto de partida da ciência quantitativa, baseada exclusivamente na matemática. O conhecimento resultante dali determinam hoje nossa sociedade e se manifesta até em nossas relações sociais e hierárquicas.

Se procuramos entender, sem preconceitos os sistemas vivos, nossa atitude irá superar o mecanicismo e o materialismo. “O processo de conhecer faz surgir um novo mundo”[2] escreve Maturana, referindo-se à evolução dos organismos.

Em segundo lugar, o estudo dos processos vivos e dos organismos irá fornecer-nos os princípios para criar um empreendimento vivo ou sistêmico.

A Cerrado Alimentos Orgânicos tem como objetivo mais que apenas comercializar produtos orgânicos, mas tornar-se em um organismo vivo, um ambiente vivo, entranhada de e nos alimentos orgânicos.

[1] A Árvore do Conhecimento, pág. 31, Maturana e Varelo
[2] Discurso do Método, Descartes – Quinta parte 1641, Os Pensadores, Ed. Abril Cultural, 1973, pág. 68.